ESTAÇÕES


Chega um momento na vida de todos em que a dor da não saber o que fazer,pra onde ir, que direção tomar,que decisão tomar se torna insuportável.
Não se trata de perder a fé, e muito menos de querer desistir e sim de aceitar nossa humanidade, trata-se de reconhecer que sozinhos nossas forças se acabam, e trata-se também de entender que os vales existem pra nos ensinar algo que não vemos e menos ainda entendemos agora, e será inútil procurar,procurar e procurar por respostas. Pois se entendermos o motivo da prova sem antes passar por ela, fará com que ela não tenha valor algum.
É normal sentir medo, é normal nos acostumarmos com os benefícios da zona de conforto, afinal é mais fácil ser sedentário que fazer qualquer tipo de esforço pra deixar a obesidade,é mais cômodo não fazer nada que exija esforço ou que gaste nossa energia.
É natural ter medo, errado mesmo é fingir que está tudo “de boa”, errado é esconder nossas fraquezas em uma mascara de “super-crente” com uma capa de “super-espiritual”. Porque a vida espiritual também tem suas ESTAÇÔES, nem na vida espiritual existe só primaveras onde as bênçãos são visíveis ou palpáveis como se ter “um chamado” fosse apenas ter momentos de extrema calmaria onde deixamos muitas vezes de orar.
Não!
Existe o verão onde o sol escaldante e o longo caminho que temos que andar nos deixa cansados e com a certeza de que vai piorar no inverno frio da falta de presença, que insistimos em prolongar por tempo demais. Mas até nisso Deus pensa e traz outono repleto de frutos para nos fortalecer, afinal Ele conhece nossos limites tão bem que não prolonga por nenhuma estação nem por um milésimo de segundo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aprendendo com o Isaque, que daqui só se leva o amor...

CARTA PARA MINHA AMIGA

o Isaque nasceu!