sábado, 31 de agosto de 2013

Como Espelhos

" Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espirito do Senhor." 2 Co. 3:18

Neste texto Paulo de uma forma ou de outra nos faz repensar nossas atitudes como Cristãos.. Sobre a imagem que temos passado às pessoas ao nosso redor...
Sempre Falei que companhia não muda as pessoas, de certa forma eu não estava certa, como também não estava errada por completo. As nossas companhias podem não nos mudar mas nos influenciam a mudar, passamos a fazer algumas coisas para estarmos sempre próximos as pessoas que andamos, como também podemos apenas fazer tudo diferente e seremos excluídos... Cada pessoa em nossa vida é uma carona, que pode nos levar a Deus ou nos afastar Dele, podemos pegar atalhos, o carro pode quebrar no meio do caminho, ou mudar a rota.
Não preciso falar que devemos diariamente pensar e repensar em nossa caminhada cristã, as vezes quem achamos que nos ajudará pode nos prejudicar, sim aparência CRISTÃ enganam, a igreja devia ser diferente porém não é se você for dar um passeio no interior delas vai encontrar sujeira debaixo do tapete, ela está cheia de pessoas que em dias de culto quando vestem suas roupas e se apropriam do seu vocabulário crentês,  são uma coisa e longe dos olhares das suas autoridades espirituais é totalmente o oposto...
 Sabe a igreja tem tomado um rumo muito duro e diferente do que ela deveria ser. ENQUANTO DEUS É ESSÊNCIA A IGREJA TEM SIDO APARÊNCIA, ENQUANTO DEUS BUSCA CORAÇÃO QUEBRANTADO E FRUTOS DIGNOS DE ARREPENDIMENTO A IGREJA BUSCA  O MAIS SANTO. ENQUANTO DEUS AMA O PECADOR E NÃO O PECADO A IGREJA NO LUGAR DE TRATAR O PECADOR O PUNE NÃO COM CASTIGOS OU PROVAS, MAS COM FALATÓRIOS...
 Então me diz você tem refletido a glória quando nossa língua é maior que o comprimento da saia ou do vestido? Desculpe, mas igreja tem sim que ser igreja, e bem mais que ser igreja deve agir como igreja, sei que Deus não era careta, a prova disto está quando no caso daquela mulher que foi pega em adultério ele se vira para a igreja que pega seu pecado esconde e senta em cima e diz: - OLHA SE VOCÊS SÃO CERTINHOS E NUNCA FIZERAM NADA ERRADO, SE NUNCA PECARAM ATIREM A PEDRA...
e como era de se esperar não ficou um... Deus tem o dom de olhar pra nosso lixo e ver algo de qualidade, ele nos olha devagar, com calma, com graça... enquanto nós preferimos julgar e fazer a pessoa se afastar de Deus.
Tenho amigos que dizem odiar crente, pois nas vezes que eles foram na igreja as pessoas os olharam de forma ofensiva, ou condenadora... são esse tipo de igreja que Deus quer que o mundo veja?
isto é ser discipulador? Isto é refletir Deus?
Se for, caro amigo me perdoe, mas to com Renato Russo que diz se "o mundo é da forma que vejo, prefiro vê-lo da forma que acredito", SER DIFERENTE DA MULTIDÃO NÃO SE TRATA DE SER O TODO CERTINHO, MAS SE TRATA DE ENTENDER QUE SEM DEUS VOCÊ É NADA, SE TRATA DE MOSTRAR AOS PECADORES OPÇÕES DE ESCOLHA, MOSTRAR DENTRO DA BÍBLIA COMO ELA É...
 ONDE NA BÍBLIA ESTÁ ESCRITO EXATAMENTE COM ESTAS PALAVRAS...
1- NÃO PODE OUVIR MÚSICA QUE NÃO SEJA DA IGREJA
2- USAR CALÇA É PECADO
3- SE VOCÊ PECAR DEVE SER BANIDO DA IGREJA
4- FILHO FORA DO CASAMENTO É COISA DO CAPETA.

SER ESPELHO É VIVER DE FORMA INTEGRA SIM, MAS RECONHECENDO QUE VOCÊ TAMBÉM ERRA, TAMBÉM PECA, TAMBÉM POSSUI CARNE E SANGUE NAS VEIAS, SER CARTA DE DEUS É TER O OLHAR DE AMOR DE DEUS EM UMA IGREJA MUITAS VEZES OPRESSORA, SER ESPELHO É ATRAIR PELO EXEMPLO DE VIDA CRISTÃ...

terça-feira, 27 de agosto de 2013

GOOD BYE 22.......

Os anos passam tão rápido, como areia escorre por nossos dedos, os vinte dois que antes me assustavam começa a se despedir, na verdade, é verdade o que dizem de que nada é para sempre. E é bom que não seja mesmo. Pouca coisa ficou, e isto não é por completo mal, pois você acaba aprendendo a viver bem com pouco...
Ter vinte e dois foi exatamente como diz a canção “tenho sonhos de adolescentes, mas as costas doem, estou jovem pra ser velha e velha pra ser jovem” me senti levemente velha e careta por muitas, muitas e muitas vezes... Os problemas de GENTE GRANDE se tornam mais frequentes, o que é capaz de te ensinar muito, caso você esteja disposto a aprender que... A perca é necessária, a dor não te torna amargo e sim forte e resistente, e que por mais resistente que você se torne sempre haverá uma fragilidade, se envolver demais é machucar a si próprio, beijar todos não te faz uma pegadora e sim uma “rodadinha”....Você começa a ser capaz de entender que conversar com muita gente não te torna amigos de todos e acredite é melhor assim, ter poucos que no pouco se faz muito. Contradição? Acredite não se trata dos 22 se tornando 23, mas da vida seguindo o curso mediado por nossas escolhas... Medo? Traumas? Ahhhhhhhhhhhh solidão é tudo igual, não se trata apenas da idade, mas das suas convicções se tornando fortes, você já é uma adulta e precisa agir como tal. Vinte Dois é uma ótima idade para aprender a se amar, a pensar em você também e a cuidar de você antes de fazer com todos ao seu redor, o equilíbrio que você jurou buscar na verdade se tratava de prudência. Uma das maiores lições que aprendi aos 22, é que sou forte! Mais do que imagino e bem mais do que penso... EU posso ir longe, Sim se eu tenho Deus acredite eu posso tudo!
Fadismo? Idiotismo se torna realismo, a vida não é uma grande história de criancinha dormir, ela envolve riscos, perdas, responsabilidades, crescimento amadurecimento. Não, não é tortura se chama vida adulta, vai me agradecer por te lembrar disto... kkk crescer é bom, acredite a tal vida adulta se revela até lesgalzinha quando você resolve sugar tudo, de cada pequena coisa. Princípio fundamental: borboletas crescem sendo esmagadas, azeite é produzido espremendo a azeitona, barro só se torna vaso se sofrer, diamante precisa ser lapidado, ostra tem que ser ferida... SIM A DOR É IMPORTANTE, MAS NÃO BOA...
23 pode ser cheio de surpresas, dores, sei lá não dá para saber se você não decidir viver, e aproveitar ironicamente a vida, sem fugir da responsabilidade de agir como um recém adulto, então borá crescer mais um cadinho?

Hei tenho mais 7  dias pra deixar pra trás de vez a velha Wanessa, uma nova começa a ser planejada, o que ela tem em comum com a dos 22? ELA DECIDIU VIVER UM DIA APÓS O OUTRO...

domingo, 18 de agosto de 2013

Um encontro....

Hoje me encontrei com uma criança, pequena e sensível ao amor do Pai. Sentir o toque de amor do SEU PAI e chorar era tão fácil para ela, se entregar aos cuidados de seu pai era tão simples, ouvi-lo e obedecê-lo, eram tudo que ela amava fazer, simplesmente se sentia filha e amava esta sensação, sua fragilidade, inocência e dependência  agradavam o coração do seu Pai, Ele se orgulhava dela de tal modo e tamanho que a chamava de “ Flor do meu Jardim secreto, Menina dos meus olhos, e Minha Princesinha”...

 Essa Criança todos os dias se encontrava com seu pai, e ouvia as suas histórias Ele lhe contava de um amor, tão puro nobre e incondicional, de um amor que estava disposto a morrer para que sua pequena filha ficasse vida. Mas crianças crescem e se encantam com o mundo e tudo que nele há, se apaixonam e diariamente tendem a acreditar que os cuidados paternos são uma coisa careta, tende a se afastar, o mundo, as paixões, o crescimento, os prazeres da vida adulta são atrativos e tornam crianças sensíveis em adolescentes frustrados e rebeldes e logo adultos distantes e altivos que se julgam capazes de cuidarem de si...

     A criança com a qual me encontrei hoje é uma adulta que passou por coisas que a fizeram amadurecer rápido demais e levaram sai sensibilidade e trouxe a dor, e o coração que antes era obediente e doce hoje é grosseiro, assustado e um tanto quanto insensível. Na tentativa de crescer esta criança se apaixonou por um príncipe de olhos de mel, mas o viu partir rápido demais sem dar a chance de ela encontrar meios de amenizar a dor e a falta ou pelo menos que conviver com elas, tentou confiar em “amigas”, e viu as mesmas lhe darem as costas o que apenas aumentou sua dureza de coração tornando a agora quase inquebrantável. Cansada, amedrontada, ferida e dura ela ouviu uma canção que falava de um amor, aquele mesmo que seu Pai havia lhe contado ao longo de sua infância, então sentiu saudades dos abraços, do colo e de seu próprio pai.... Então voltou e foi acolhida com amor sem igual...

    Ao me encontrar com esta, mulher menina notei que nos perdemos com o passar do tempo, o primeiro amor vai se esfriando, a vontade de ser e estar com seu o Pai vai sendo facilmente substituída por paixões, tornamo-nos pedras, não que passamos a duvidar, apenas não nos rendemos, apenas não somos mais as crianças de anos antes... A dor, as pessoas, as circunstancias mudam nossa sensibilidade, mas não nossa identidade de filhos.

    Ao me encontrar com esta menina já tão mulher, com suas dores e medos, erros e acertos, fortalezas sendo novamente tratadas para que não seja apenas mais uma filha que se afasta e volta arrependida, mas que se torne flecha, polida, afiada e preciosa que após o tratamento especial na aljava alcance o alvo. 

      Pude entender que o Pai dele sempre a amou e esperou, estava lá quando a dor era insuportável, deu um novo coração quando o que ela tinha começou a apresentar falhas, chamou a atenção, corrigiu, e colocou em seus dedos um anel que a tornava filha prometida, uma sandália para que seus pés não sejam tão feridos... E voltou a vivificá-la, a quebrantá-la, é fato que ela jamais voltará a ser como antes, pois ela pode ser melhor, a dor tem isto de nos melhorar, pois crescemos com ela se quisermos como também podemos evitar que ela nos afaste...

Esta criança sou eu, que antes perdida em meu egoísmo, paixões, vontades próprias e feridas.... Foi fácil esquecer quem eu era e tem sido difícil voltar a parecer com quem já fui. Este Pai também é conhecido como Deus que nunca deixou que perdesse minha identidade de filha quando já me esquecia de quem eu era... 

Nossas escolhas erradas mudam nossa vida, tira tudo do ligar, mas a simples escolha de ser filha nos torna capazes de recomeçar sabendo que existe um alvo e que chegaremos lá se desejarmos estar lá... Precisamos querer ser filhos, querer a cura. Pai sempre será Pai e não nos deixará por nossas escolhas erradas, e nunca, nunca mesmo será tarde para voltarmos, nos quebramos a aliança que temos com Ele. 

Mas Ele nunca quebrará a que tem conosco. Sempre haverá uma canção de amor para te fazer voltar, sempre haverá uma lembrança e está musica esta lembrança, esta falta sempre será o PAI te mostrando que Filhos sempre serão crianças, crescer não é errado se você permitir que nele permaneça a inocência de filho.... Volte ao primeiro amor, descubra do que você sente falta, o que mudou você ainda ama seu Pai como era na Época que era pequena, e fácil de quebrantar?

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Um Dia de Cada Vez...

Nestes últimos anos me escancarei para tanta gente, pessoas novas que chegaram a mim e se tornaram queridos e queridas, e os considero dádivas de Deus. Mas confesso que me decepcionei e senti que novamente tinha quebrado a cara, por mais que se diga que não lá no fundinho quem dá também espera receber algo em troca de alguma forma... E dificilmente isto acontece, nem em mesma medida ou mesma forma.
Dias atrás fiquei chateada por não sentir reciprocidade de alguns amigos. E conversando com dois amigos disse que desistiria de uma dessas pessoas e mudaria minha postura me doando cada vez menos e sendo superficial eles me disseram a mesma coisa rsrs as respostas deles? " impossível Nessah, Você é assim... Está é sua essência se mudar isto já não será você mesma... O que é de Belo em você está em amar as pessoas, só não corra atrás delas, deixe que elas voltem a você..." Pensei muito nisto e é verdade... Quando gosto, quando amo, quando preocupo, e quando importo não meço esforços, me doou... são irritantemente, irretribuída e é até mais forte que eu, é incontrolável... quando vejo já me apeguei, já estou amando e logo chorando...

A poucos dias a vizinha do meu trabalho cantava uma música do Asaph Borba  que me Chamou a Atenção ele dizia que é possível dar sem amar, mas é impossível amar sem dar...
juntei isto ao que meus amigos me falaram e isto me ajudou a entender algumas coisa.. A primeira foi me aceitar e parar de Brigar com quem eu sou, quando faço isto estou dizendo Deus o Senhor me fez errado, e isto não é verdade, logo me lembrei que quem pode ter se doado por mim por me amar e talvez eu não respondi com a mesma intensidade...

Sei que não posso receber a mesma intensidade de amor que entrego, sei que pessoas vão e sair da minha Vida assim como sei que será difícil controlar minhas expectativas, mas preciso aprender a deixar livre e ser livre... mas Escolhi  continuar servindo como sei ,amando como sei , chorando também, mas me levantando a cada decepção de não ser correspondida... eu Escolho amar  pois é isto que dia a dia Deus faz....

Acho que no final das contas o que importa não é o fato de eu ter sido correspondida ou não, notada ou não, ferida ou não e sim o fato de ter feito o que sei fazer... E no real faço por mim porque me alegra justamente por fazer parte que quem e como sou.... Mas também decidi controlar meu coração e impedir que as possíveis decepções, mágoas e perdas mudem quem sou.... ainda não tenho a menor ideia de como fazer isto, mas o primeiro passo é me esforçando para não me fechar para as pessoas...  E ao contrário do que as pessoas fazem comigo não me afastarei delas quando me desapontarem... Sei que as mudanças se consolidam em ações e oro para que seja forte para não me fechar e para amar independente de der ou não retribuída.