segunda-feira, 27 de abril de 2015

Só se acha força depois de viver a dor

Tenho uma irmã não de sangue, mas aquelas que você escolhe para ser sua, para ser irmã pois ser amigas apenas não bastaria, ela é uma injeção de ânimo em minha vida há exatos 11 anos, ela esteve ao meu lado nos melhores e piores momentos da minha vida, Deus fez com que ela me desse a pior notícia da minha vida até os dias atuais...  Às vezes me pego tentando imaginar como foi para ela ter que me olhar e falar “ Amiga eu sinto muito, mas se prepare, pois, seu irmão não aguentou...” Mas, se tem algo que me encanta nela é o simples fato de que ela não se desespera diante de uma crise, ela segue e faz todo seguir também, ela não se deixa desesperar e ainda que desespere ela não aparenta, ela simplesmente levanta a cabeça e diz  “EU NÃO VIM ATÉ AQUI, MORRENDO, TROPEÇANDO, CAINDO, SEM FORÇAS ME ARRASTANDO, ME ACABANDO PRA PARAR AGORA, ENTÃO EU NÃO ME PERMITO PARAR...”  E seria tolice minha não aprender com ela....
Sempre achei que a vida era má de proposito com algumas pessoas, sempre acreditei que algumas pessoas simplesmente nasciam para sofrer, sempre me achei sombria e deformada e que isso era algo ruim, mas ela pouco a pouco foi me mostrando que ser sombria e deformada não era ruim e sim uma qualidade pois me fazia ser quem eu era , eu tinha sobrevivido do pior e ao pior, tive que amadurecer rápido mas isso me ensinou a ser forte, me trouxe virtudes e que a vida só pegava pesado com quem ela sabia que era capaz de ser mais forte que ela...
 Hoje parei, olhei para o céu ... e o sol estava lá, lindo imponente forte e brilhante como a maioria dos dias, o céu estava azul e com algumas nuvens também como a maioria dos dias, mas hoje isso não pareceu ironia, lembrar do que essa amiga diz também não pareceu ironia, a frase de Friedrich Nietzsche de que “Aquilo que não me mata, me fortalece” também não pareceu ironia, mas não foi a vida que mudou, ela continua e continuará pegando pesado, acho que eu que estou mudando...
Hoje eu respirei bem fundo e simplesmente me aceitei com tudo o que havia em mim, vi meus erros e o que me incomoda e decidi não ignora-los mais, vi meus defeitos e me preocupei em trabalhar para que eles não tenham a mesma intensidade que possuem hoje, vi que também existem algumas qualidades em mim e vou trabalhar para que elas sejam multiplicadas....
Olhei nos meus olhos enquanto me concentrava em descobrir o que havia em mim....      Aceitei meu extremismo como uma parte de mim, para descobrir como aprender a não achar que tenho que acertar sempre, eu não preciso me exigir tanto, tão pouco me punir tanto...    Aceitei a minha impulsividade para poder me frear quando necessário, se agir sem pensar me traz mais arrependimento que contentamento eu preciso pensar antes no que estou fazendo para sentir o mínimo de arrependimento...
Vi que os pagamentos por meus pecados não são eternos, mas o que aprendo com eles podem sim ser levados para toda vida, sim também vi que recebi créditos que não merecia por inúmeras vezes.... Vi que minha aparente desconfiança em todos e tudo se dá ao simples fato de que por burrice ou ingenuidade ofereci confiança demais a quem merecia de menos...
Mas também encontrei em mim julgamentos e condenações merecidas e que de fato cabiam a mim, aceitei que rosas também possuem espinhos, que existem pedras no caminho, que a estrada se dividi e precisarei escolher qual tomar e lidar com o que ela traz consigo, aceitei que a vida é um tribunal e que também me cabe o banco dos réus e que estarei nele por merecimento e sem mesmo saber por quê, mas réus possuem advogados de defesa e por consequência de acusação, um sairá dali vencedor, mas sempre haverá um dano, uma perda...
A vida é isso possibilidades, nem só perda, nem só ganho, acusações e defesas, qualidades e defeitos, a junção disso tudo forja meu caráter, define minha força e gera crescimento, não posso ter apenas bons momentos isso tornaria tudo chato, e eu não valorizaria nada, quanto aos erros e as crises, bem... NÃO VIM ATÉ AQUI PARA DESISTIR AGORA É UM BOM LEMA PRA SE VIVER...
Aceitei-me e assim quando vi o céu por meio de toda aquela luz, vi também que apesar de todos os pesares a vida continua, e talvez ela seja como um céu com nuvens e sol brilhando forte, pássaros cantando a melodia dos céus, ou ela será como dias nublados de chuva onde os sonhos dos trovões e as luzes dos raios irão me assustar, me aquietar, mas logo a chuva passa e logo volta o sol, o céu claro e de quebra um arco íris lindo para me encantar os olhos...

E se até a terra tem variações em seus dias porque é que devemos aceitar essa história de que tudo é dor... a vida vai continuar pegando pesado, pessoas sofrerão mais que outras? Sim, mas é da dor e na dor que brota minha força e sim CONTINUAREI SOBREVIVENDO AO PIOR...

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Uma Carta Pra Dizer Que Sinto Tua Falta

Hoje fiquei olhando uma foto por horas, quisera ser forte para não ter chorado como chorei, é que sinto que você tem se distanciado, embora ainda se preocupe, se preocupe em como eu estou, em como está minha cachorra elétrica e traquina, em como está a “dona Nilma” minha mãe ou a Tia Raquel..., mas te sinto longe cada vez mais distante, se isolando do mundo e correndo das pessoas então notei que talvez seja idiotice minha não ter falado o quanto e especial, mas sempre achei não fosse necessário.... Sempre achei que soubesse....
Na foto riamos... como se ri com toda grande amiga, aquele riso de dentro para fora sabe? Aquele riso que quem olha a foto fala "POXA COMO É LINDA AQUELA AMIZADE, COMO HÁ CUMPLICIDADE….  PROVÉRBIOS 17. 17 é real..." mas, contudo, porém, toda via, entretanto tudo se tornou diferente de uns tempos para cá, estava tão presa em minha dor, que vi você pouco a pouco se afastar... imaginei que fosse só um tempo, mas diariamente via você cada vez mais longe e pensei viu a culpa e sua por não abraçar a cada mimo recebido, por não ter segurado mais forte quando recebeu o cd novo da Fernanda Brum... por ter tido medo de ouvir o que você precisava falar... Não me inocento de culpa, antes assumo meus erros e corro atrás de corrigi-los então esta é mais uma tentativa antes que desistas... se choro sua falta? Sim um Jordão por dia, mas devia eu aprender a iniciar conversa, ou a não temer expor a sensibilidade que escondo?
Tenho aprendido que os dias passam, os anos, as estações, os amores, os humores e olha lá eu e você em meio a tanta mudança, mas temos mesmo que deixar ir a amizade que conquistamos? Temos que deixar ir as orações e lagrimas no altar? Então é isso morremos para o outro viver, mas quando ele se refaz nos afastamos e nos fechamos em nosso mundo?
Faça agora uma lista dos amigos que tinha há 10 anos atrás, quantos ainda sabem seu número de telefone? Quantos você já nem se lembra mais? Meu nome deve mesmo estar na lista dos que estiveram e se foram?
 Contraditório essa história de para sempre neh? O sempre de um sempre será maior para uns que os de outros, e não é que John Green tinha razão “ALGUNS INFINITOS SÃO MAIORES QUE OUTROS”, mas já que todos Seguem a onda de:  EM MEUS PASSOS O QUE FARIA JESUS? Vamos lá em seus passos Jesus desistiria de alguém que Ele colocou ao seu lado? Em Seus passos JESUS deixaria alguém ir sem motivo exposto?  Em meus Passos Jesus deixaria ir ou pediria para ficar? .... Bem em Meu para sempre te imaginava comigo cantando SANTO, SANTO,SANTO  com os anjos como é citado em Isaías 6... Mas tudo muda neh? Talvez o para sempre tenha mudado também...
Mas talvez a vida seja como um trem cheio de vagões, que se enchem de pessoas que estão ao seu lado, mas que desce dois pontos depois... Talvez seja isso é sua hora de descer e eu estou segurando a porta, poderia pedir para que fiques, mas não quero que fiques se meu jeito já não te surpreende... MAS POSSO TE DAR UM ULTIMO CONSELHO? O JESUS QUE OROU POR COMUNHÃO É O MESMO QUE SE ISOLOU, MAS QUE DEIXAVAS SEUS AMADOS DISCÍPULOS CIENTES DE COMO E ONDE ENCONTRA-LOS, ELE RETORNAVA DA MESMA FORMA QUE TINHA CERTEZA DO MOTIVO DE SE ISOLAR.
ENTÃO... PAREMOS AGORA PARA REFLETIRMOS DEUS QUER MESMO QUE DESISTAMOS DE ALGUÉM? QUE NOS ISOLEMOS? ONDE ESTÁ A COMUNHÃO PLENA? SE O SOLDADO FERIDO SE ISOLA NÃO FICA ELE EXPOSTO A MORTE?

VOCÊ DISSE QUE ME AMAVA E QUEM AMA NÃO MENTE DIZ AI PORQUE está DIFERENTE...? 

sábado, 18 de abril de 2015

Meu Inverno É Bem mais que Estação...

         
 E diariamente me pego contando os dias e uma dúvida me sobrevêm CADA DIA AQUI MEU AMOR É UM A MAIS SEM VOCÊ OU UMA A MENOS NA TAREFA DE TE ENCONTRAR?  Sonho todas as noites com dias ensolarados, floridos e coloridos, sonho com querer fugir e permanecer, sonho com tudo que nem sei se chegaremos a viver e conto...
Conto os dias para que você seja e traga a primavera, sonho com as cores que me acrescentaras ao sol que seu sorriso será e ao calor que levará de mim esse medo de pertencer a alguém, conto os dias pra fazermos nossa trilha sonora, conto os dias para cada fim de semana ao seu lado, conto os dias para os dias difíceis, com abundancia ou ausência de grana, para perder o sono e ter pra quem olhar ou quem conversar, conto os dias para fazer duas canecas de chá ao invés de apenas uma...
Sim, eu conto os dias para não ser preciso abraçar  meu urso já velho e encardido, mas que me aquece quando choro nas madrugadas... Porque sim meu bem quero que meu inverno se aqueça em você, quero que meus medos sejam silenciados no calor do teus abraços, longos e acalentadores, não  você não precisará procurar palavras para me deixar melhor quando eu estiver triste apenas me abrace, me aqueça, me escolha me ame...
              Sabe Meu Bem tenho andado cansada, meus pés querer correr para um falso bem e um falso amor, tenho visto minhas forças irem enquanto me distraio com o silêncio de cada outra noite em claro, e lagrimas vem e rasgam meu rosto, me sinto sozinha ainda que tenha bons amigos, me perco constantemente no cinza da estação, é ai que mesmo sem acreditar, ou ter fé que você é real e está me procurando também que tento te imaginar, não a cor dos olhos ou o jeito que corta o cabelo, nem tão pouco o som da sua voz ou traços físicos, tento te imaginar me esperando de braços abertos no final desse longo tempo em que somos dois, imagino suas mãos estendidas para a minha como um sinal de "ESTAMOS JUNTOS NESSA"  e teus braços aquecendo os meus já roxos pelo frio intenso..
Sim meu amor eu conto os dias, e confesso que as vezes me doí conta-los, e em outros tenho raiva de mim por conta-los e de você por me fazer esperar... Mas veja você, ainda me mantenho de pé mesmo sem saber esquiar, mesmo que o avião da felicidade não tenha trago você na tripulação, e até aprendi a passar creme no rosto, para que ele não resseque tanto enquanto aprendo e tento insistentemente a sorrir sem sorriso...
           Então eu conto os dias novamente... conto os dias para você ser e fazer parte da minha estação, os dias de você ser pra mim a minha nova estação, e o responsável por me preparar para os próximos possíveis dias de inverno...

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Amores que não podem ser...

E na vida louca que levavam eles se conheceram, ele o melhor amigo do namorado dela, e ela a namorada do melhor amigo que não ia muito com a cara dele... Mas a vida tem métodos loucos de manter pessoas em nossa vida, e de levá- las principalmente, um dia lá estavam eles... Ela enterrando o homem da sua vida, com  ele a segurar-lhe a mão, mal sabiam o quão próximos se tornariam...
A vida que traz e leva pessoas é a mesma que nos faz entender sobre os amores e  que existem tipos diversos dele, o amor é eclético, se molda, recria, adapta, nega, permite, foge, vive, mas como dizia Cazuza,os melhores são os que "inventamos pra nos distrair...." A proximidade levou a implicância, a implicância a uma amizade... Dessas que é colorida e vem com bônus...
 Um beijo,escorregou da testa para os lábios, um beijo que paralisou aquela garota, pois a muito ela não lhe permitia ser beijada, quando se perde um amor pra não mais voltar,assusta-se quando ele começa a nascer por um alguém oposto ao que se quer... Era ele implicante, invasivo(isso a irritava), uma daquelas pessoas que acham que compromisso é perda de tempo, monogamia é prisão, e príncipe encantado a coisa mais chata que se criou para tolos o buscarem e com essa parte ela concordava...
Ele não era o tipo que estenderia o casaco nos ombros dela, ou mandaria flores com chocolates e cartões o máximo que ele faria era leva-lá pra comer batata frita em uma espelunca que ele dizia que era legal, e que na verdade ela amou... O lugar, o papo, a espelunca, a batata frita, a menininha que era grossa na mesma medida que meiga, que escondida sua fragilidade atrás dos livros que lia viu se encantada por alguém que era oposto dela e do que ela queria pra vida dela e acredite não foi influência de Jane Austen e seus modelos de homens bem apessoados, educados, e porque não dizer  apaixonantes, que a fez ver quão diferentes são eles era e que ela queria pra si a monogamia não a de prender alguém e sim a de se pertencer, de partilhar, dos chocolates com cartões, as flores continuam a serem dispensadas, as batatas frias ops fritas ao som da voz dele...
Era errado... aliás era dois errados, inventando algo que não sabiam onde ia parar, como aluno de química a unir um pouco de tudo para e trabalhar nisto para do nada criar algo genial e aproveitável...
Foi no trabalhar que eles se estranharam, era a doação desconfiada dela, com o desgastante descompromisso e impontualidade dele, que a fizeram se fechar ao  sentimento, mas ele a convidava, atraia, entendia, abraçava e ela teve medo. No fim os dois sabiam que haviam nascido um para o outro isso é fato, mas não estavam destinados a ficarem juntos, tipo não dá certo por mais que eles tentassem.
Porque a torre e o dragão que guardam as donzelas nos tais contos de fadas, falam muito mais de improbabilidade, que de conquista, eles nos mostram claramente que alguns amores simplesmente não são e não poderão ser,iguais não se separam, mas dificilmente opostos permanecerão juntos, melhor deixarem essa coisa de provar que um ajeita o outro, amor é mudança que completa e não mudança que te faz deixar de ser quem é...
É apesar de para os dois, esse amor ser só mentirinha que a vaidade quer, ela entendeu que e melhor partir antes do último grão cair, pois ele tem o dom de penetrar em seus olhos de escudos, e subverter suas armaduras, mas que nunca irá ficar...
Ela já engoli seu orgulho por pessoas que a amavam e se preocupavam com ela muito mais do que ele. Por isso eles vão dar errado. Porque não vão deixar dar certo. Eles não são como os namoros dos seus amigos que  mais parecem irmão por darem tão certo, eles brigaram mais em pouco tempo juntos do que ele brigou com suas 12 namoradas.
Mas há coisas a se aprender com amores assim e quem não os tem nunca vão entender.
O que e desejar "Matar" alguém e não o fazer porque sentiria falta dela antes mesmo de enterrar o corpo kkk.
Então melhor ficar assim e apenas aceitar que alguns de nossos amores não podem ser, mesmo sem nunca se convencerem  de que já não se querem.