Da janela ao monte



O QUE APRENDI COM O LIVRO DA HELENA TANNURE


Entre quem você é,e quem Deus quer que você se torne, existe um caminho longo e árduo, entende-lo não  é fácil e ele causa feridas  em nós, além de agravar ainda mias as feridas que já possuímos, isso nos leva a sentar na janela e começamos a ver nossa vida passar diante de nós como se fossemos os personagens figurantes e não o protagonista.
Isso é relatado em Atos 20:9, e assim como aquele jovens somos tomados pelo sono e caímos desfalecidos no enorme buraco da apatia, do conformismo, do coitadismo e da religiosidade. Começamos a seguir Jesus de longe pois assim as dores são menores, as provas  e as traições não nos afeta tanto, e enquanto não aceitamos que precisamos de uma cura e não deixarmos que Deus traga essa cura, ficaremos nos esforçando para sair desse buraco, nos machucaremos mais e todo esforço será em vão.
Não é fácil descer voluntariamente da janela das nossas feridas para subirmos o monte da cura, pois teremos que ser diretamente confrontados com nossos pecados encobertos, dos nossos padrões de religiosidade que nos são impostos. Pois estar no monte exige que tenhamos uma vida de intimidade,de encontro real com Deus, de consagração com nosso Pai. Sabem percebi que esse processo de cura,de entrega,e restauração que todos temos pode ser menos doloroso se  mudarmos nossas atitudes, se nossas reclamações der lugar a entrega nos pés de Deus.
É esse o caminho percorrido da janela ao monte:confronto com nós mesmos, reconhecendo nossas dores, pecados e feridas e pedir para que o Senhor e seu sacrifício na cruz nos torne quem devemos ser.
ENTÃO SAIA DA JANELA E VAGAROSAMENTE CAMINHE ATÉ O MONTE ONDE O PAI ESPERA POR TI.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA PARA MINHA AMIGA

O perigo do "se"

As coisas que aprendi com você depois que te perdi