Por um mundo com mais "Vamos? Bora!"

Foto: Autor Desconhecido

Vamos começar esclarecendo algumas coisas? Eu não quis te ensinar como agir não.
Aliás, eu quis te ensinar sim, a não ficar só no “Tá demais hein”, “Nossa mais você está apaixonada” nos  meus status do Whats App, eu acredito que quem quer dá um jeito e quem não quer dá uma desculpa, acredito que quem tenta faz.

       Costumo ser pratica e estou em uma onda de falar o que sinto e talvez seja isso que te deixou espantado, entenda  bem. Eu não quis ser ríspida, eu não dei indireta, na verdade fui bem direta, porque cá entre nós... Esse joguinho de quero beijar sua boca, mas vou fazer um charminho te mostrando que te quero mas, vou ficar te  chamando de “Minha amiga”, de vez em quando para saber se você também tem interesse é bem chatinho né...

        Essa historinha de gato correndo atrás de rato só é bonitinha nos desenhos do Tom e Jerry.

            Quando eu disse  “ Quer me beijar, chega e beija” eu te dei sinais claros do meu interesse, e se há interesse aí como há aqui, porque a gente  não escuta o conselho do Cristiano Araújo e casa, namora, a gente fica, enrola, por um momento, pra vida inteira, a gente arruma uns filhos ou não arruma e apenas se curte ou só beija na boca gostoso mesmo, mas  por favor não seja um daqueles homens, que é mais mulherzinha que a mulher que ele  tá tentando ter do  lado.

        Sem joguinhos, por favor... sem joguinhos pois a  vida corre e nem ela e muito menos eu esperaremos  você decidir se quer  me beijar ou ser meu amigo.
Então não fode minha  mente, não ferra a coisa toda, não estraga a imagem bacana que eu tenho de você. É, eu sei... Parece que estou sendo fácil demais, quando na  sua  mente eu era difícil demais, mas relaxa eu só estou sendo sincera, comigo, contigo e com essa vida que tenho para viver, então me ajuda a te ajudar e  me chama para fazer qualquer coisa, tomar açai, sentar na praça da cidade, ir naquela sanduicheira nova, é aquela que segundo você é top... sei lá, apenas faça algo para ter o que você vive falando que eu não tenho coragem de fazer... Se é de clima  romântico que você  precisa, a  gente cria e eu até prometo colaborar e não falar que está brega, eu prometo  que  me  comporto, mas  me ajuda a te ajudar....

      Eu sei que essa coisa de se relacionar mete medo nas pessoas, eu também  sinto isso, mas também sei quem eu sou sozinha, e convivo bem com minha solitude, eu não quero você para preencher algum vazio, eu não quero você porque eu  não aguento não ter alguém, eu estou te dando mole porque eu estou pronta para receber  o que quer que seja a  relação que a  gente  pode vir  ter, e se pra isso eu precisar  te falar para me ver, chegar e  me  beijar eu vou falar.

    Agora, se você  precisa ir  com calma, ok... 
A gente senta naquele barzinho que tem a dois quarteirões da minha  casa, a gente conversa, a  gente pode ir de-va- gar- zinho, se quiser também a gente nem da nome para o que construirmos, só não faz  joguinho, só esteja  inteiro no momento...  Não promete nada não... Só seja real, terno, eterno enquanto  dure.... E se não for pedir muito não seja  um  daqueles babacas que plantam sem nenhuma intenção de colher...


Eu estou aqui querendo  segurar sua  mão, mas  e aí você  vem?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA PARA MINHA AMIGA

O maior vilão sou eu