E sobre os 2.3 que estão de dias contados?

 
 Quem me conhece sabe que:
1. só gosto de aniversários quando é dos meus amigos para mima-los;
2. eu sempre espero ligações que não recebo e me sinto péssima;
3. Eu sempre escrevo sobre o que aprendi  com a idade anterior e o que espero da que vem( eu sei parece louco, mas quem disse que sou 100% normal?), mas vamos lá  23 indo embora e tudo que sonhei para minha vida EMOCIONAL, PESSOAL,ESPIRITUAL E PROFISSIONAL era totalmente o contrário do que vivo hoje, mas o que vivo hoje apesar de tidos os altos e baixos e de não ter absolutamente nada a ver com quem eu acreditava ser nem é assim tão ruim. Não sou tão adulta pra ter certeza de tudo que quero e posso fazer e ver meus sonhos morrendo, não sou tão adolescentes  mas definitivamente NÃO SOU UMA CRIANÇA....
      23 anos me fez entender muito, mas também questionar muito e cansar muito.. Já não enxergo o mundo colorido como quando tinha 22  anos, minha responsabilidade e amadurecimento  se tornaram mais fortes e hoje sei deixar minha impulsividade, ansiedade e impetuosidade em um canto, já provei a mim mesma e aos meus pais que posso cuidar de mim (meio mal, mas posso). Me dei conta de que meu circulo de amigos hoje é fechado, sei reconhecer e selecionar melhor meus amigos e sei valoriza-los, e nem sempre posso vê-los com a ffrequência de antes, multidões me incomodam bem mais que antes,  aprendi a RIR COM MAIS VONTADE, CHORAR COM MENOS LÁGRIMAS E MAIS DOR E GRITAR COM MEU SILÊNCIO.
Hoje me conheço, me entendo, sei o que quero e logo o que não quero, minhas opiniões estão mais fortes, minha lista do que é ou não aceitável  está maior, as vezes me sinto genialmente incrível e outras só tô confusa e com medo, me preocupo com o futuro e com construir uma vida para mim. Ter 23 anos me parecia ser a idade da segurança, do lugar instável, mas acabou sendo a idade do emaranhado de idéias, mas tentei não deixar nada passar, nem as dificuldades, Aos 23 me encontrei comigo e com tudo que coloquei debaixo do tapete pra não enfrentar, eu LITERALMENTE PERDI... O EQUILÍBRIO.... ABRI MÃO DE COISAS IMPORTANTES E PERDER DOEU, SENTI MINHA ALMA PERDIDA EM UMA IMENSIDÃO ESCURA, MAS CONQUISTEI O RISO ADEQUADO PARA NÃO DESCER DO SALTO, (QUE NEM USO), MESMO ASSUMINDO MINHAS FRAQUEZAS,  me calei, me contive, mudei... Parei de requer atenção e me dei atenção, me apeguei a Deus como se Ele fosse o ultimo fósforo da caixinha, aquele que me salvou da escuridão citada acima, arrisquei, quebrei a cara e entendi de uma vez  por todas que tudo É DEFINITIVO SÓ ATÉ EU DECIDIR MUDAR, HOJE SEI QUE POSSO PASSAR POR DIFICULDADES NÃO COGITADAS.... HOJE SEI QUE 2.3 É A IDADE QUE SEPARA AS MENINAS SONHADORAS DAS MULHERES MADURAS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA PARA MINHA AMIGA

O maior vilão sou eu