O lado Obscuro...

Todo mundo tem uma fragilidade, todos temos um segredo escondido a sete ou dezessete chaves, não dá pra ser perfeito todo o tempo, bem lá no fundo cada um de nós esconde um lado sombrio e deformado... Seria bom se todos fossem claros, sinceros e transparentes, ou se fossemos fortes o bastante para nunca nos revelarmos à pessoa alguma, se pudéssemos guardar nossos calcanhares de Aquiles, se ninguém conhecesse nosso ponto fraco.
Confiança e intimidades são duas armas mortíferas quando colocadas em mãos erradas... Nossa confiança em algumas pessoas leva-nos a exposição de quem somos na real, ninguém é verdadeiro em todo tempo, sempre teremos um segredo guardado nas mangas...
Mas existem pessoas que simplesmente, sabem quem somos e conhece-nos tal como somos com fragilidades, medos, defeitos, segredos que guardamos e pequenas mentiras contadas primeiramente a nós mesmos, mas que não colam para elas. Essas pessoas não possuem medo desse nosso lado sombrio, do nosso tempo nublado e fechado, das nossas tempestades emocionais, elas gostam de climas frios, amam caminhar na chuva, amam estar nos limites do que revelamos com o que escondemos... Elas sabem quando estamos péssimos e alegamos estar bem, de nossos olhos e fala elas são capazes de extrair informações... Essas pessoas também possuem seu lado sombrio... e lidam melhor com ele.. e pouco a pouco elas ressaltam em nos aquilo que não conseguimos ver, nos mostra que não somos um poço de defeitos ou de qualidades mas uma mistura exatamente perfeita de defeitos e qualidades, erros e acertos.... é exatamente ai que ...
Aprendemos a confiar, aprendemos a aceitar abraços, aprendemos a nos soltar, porque vez outra encontramos pessoas especiais, para as quais não podemos mentir primeiro pelo fato de não desejarmos isto, pela forma com que tais nos levam a nos soltarmos... confiarmos nelas.Simples assim. Geralmente temos mais medo de perdermos essas pessoas que de nos permitir ser conhecidos intrinsecamente.
Existem pessoas que correm para a sombra existente em nós, são fortes o bastante  para segurar a barra e seguir enfrente, sempre desejei ser assim, dos que não se importam, desapegados, que funcionam sobre pressão, mas entendi que minha fragilidade, o meu muito me doar, e confiar faz parte de ser quem sou é assim que Ele precisa de mim, amando mais do que devia, me envolvendo sempre, criados laços, morrendo de preocupação com quem amo, querendo evitar o sofrimento dos outros, cuidando sem me acostumar com as pessoas fazendo o mesmo comigo, me reerguendo vagarosamente a cada frustração..

Deus revela os planos Dele a nós em detalhes pequenos, se revela diariamente, talvez seja assim que Ele nos ensine a depender ministerialmente, e como filhos não há nada que seja obscuro para Ele, nada escondido...  e é assim que devemos nos aceitar como somos, e ver no outro a continuidade do nosso ser...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA PARA MINHA AMIGA

Que eu saiba escolher meus amigos aos meus amores