Era ELA

No meio da inconstância de seus pensamentos,das incertezas de cada sensação ele se recolhe em sí mesmo...
Silêncio.
E ele se depara com uma caixinha...Observando-a ainda não a reconhece...Tem mta poeira,fazia tempo que ele não a via...
Ele limpa com suas mãos a sujeira que o esquecimento dele gerou...e começa a explorar a caixa...Ele começa a explorar sua própria vida,ou parte dela...
Ao abrir a caixa ele se depara com o primeiro sentimento...
A Saudade...
Nesse momento,ele já não está no mesmo lugar,agora ele também está dentro da caixa...E se lembra o porque dela existir...
Lembra que em um momento de loucura escolheu deixar ali algumas coisas...mas tudo parecia confuso ainda...
Viu que a Saudade era o que fazia o coração apertar,que deixava um certo vazio,uma vontade de pertencer a alguém,via que a Saudade tinha se transformado na água quente que tocava seu corpo durante o banho,que tinha se transformado naquela música que era tão especial pra ele,que tinha se transformado no espaço vazio na cama,na ausência de colo quando ele chorava,que a saudade tinha se transformado em...ele percebeu que a Saudade não era só um sentimento,ele viu que a Saudade era " Ela"...
Era "Ela" o sorriso nos lábios quando as boas lembranças surgiam,era "Ela" o pensamento safado que desnorteava e aquecia seu corpo,era " Ela" parte de um passado,de uma vida,de uma felicidade...
era "Ela" aquele sentimento gostoso que trazia paz pro coração... Era "Ela" o seu passado presente...
E justamente por isso,ainda que numa caixa empoeirada,ele guardava o melhor de suas lembranças...Porque embora o tempo transformasse o exterior da caixa...Ele sabia que pra ele,sempre seria "Ela"..Embora muitas tivessem sido,e outras ainda viessem a ser..."Ela" é...E ali na dentro dele,na sua caixinha,Isso nunca ia mudar.
Ele sorriu,ainda confuso..um sorriso frio...mas ainda sim...um sorriso...nesse momento "Ela" era o sorriso,o motivo dele.
Fechou a caixinha de lembranças...sentiu um certo peso mas voltou a deixa-la onde estava...Assim que ele a queria,guardada,escondida...Porque se a tivesse em mãos o tempo inteiro,sob seus olhos talves não pudesse seguir em frente...
Mal ele sabia que "Ela" já era parte de tudo que ele vivia e que a carregaria em cada novo passo,em cada nova escolha...Assim como "Ela" sabia que era muito mais do que aquelas lembranças.
E o silêncio vai embora...a vida lá fora continua.
I see you latter...
direitos reservados a SUELLEN VASCONCELOS minha amiga psicologa,que me entende e eu a amo muito

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA PARA MINHA AMIGA

Que eu saiba escolher meus amigos aos meus amores