Adoração Independente da Música

Qualquer tentativa evangelística se torna frustrada se o coração está frio, se não há paixão por Cristo e pelas almas perdidas. Torna-se um fardo pesado a ser carregado e não é algo que faz parte de alegria espontânea gerada pelo avivamento do Espírito da Palavra. Quando o coração está cheio da presença de Deus, falar de Jesus para as pessoas torna-se algo prazeroso.
Este é o nosso desafio de cada dia: Falar algo que é real e concreto em nossas vidas.
O papel da música a serviço da adoração é contribuir com esse projeto maravilhoso para alcançarmos a plenitude da vida com Deus. A adoração a Deus vem antes da música, e a musica por se só não tem nada a ver com adoração, porque adoração é independente de música.
Adoração fala de culto a Deus. A adoração verdadeira (Romanos 12,1) que para experimentarmos não podemos depender da música, mas sim de um coração de atitude e decisão, identificação e compromisso, fé e obediência. A adoração é devida somente a Deus e com exclusividade. (Mt 4.10) – “Adore ao Senhor Teu Deus e somente a Ele preste Culto”.
É preciso saber identificar os detalhes da sua vida e entregá-los ao Trono, para que aos poucos o Pai possa dominar toda sua vida. Seja fiel nos detalhes que quando menos perceber estará totalmente apaixonado pelo Rei de nossas vidas!


Marcus Rabelo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O maior vilão sou eu

CARTA PARA MINHA AMIGA